Há uma piada que diz:

O marido chega em casa muito feliz depois de um excelente dia no serviço, e vai procurar a esposa que já está deitada.

Chegando no quarto o marido já vai agarrando a mulher, que apresenta o mau humor comum das esposas, e a mulher le pergunta:

- Ei o que você tá fazeno?

- Querida hoje quero amá-la!

E a mulher sem intender e com dores de “cabeça” fala:

- Pode pegá-la la no maleiro.

- Não amor. Hoje que amar-te! – responde o marido.

- Por mim você pode ir à Marte, Júpiter, Vênus, à puta que te pariu desde que me deixe em paz!

Feita a introdução, há algum tempo já eu estava lendo o Engadget, e ví uma notícia que à primeira vista assusta mas com o tempo até parece interessante, A Vida em Marte.

Mas não se precipite, não estou dizendo que há vida em Marte, mas sim viver a sua vida lá.

Dizem haver um livro, chamado “Eram os Deuses Astronautas?” e sua resposta aparentemente brasileira “Os Deuses eram astronautas“, em que é dito que a Terra, no seu primórdio foi colonizada por povos alienígenas. Não seres verdes com cabeças com três chifres, mas um raça humana mais evoluida tecnológicamente, social e psicológicamente com todas as esperanças que a nossa sociedade pretende atingir um dia, que ao perceber que seu planeta estava prestes a ser destruído (talvez daí tenha surgido a idéia do Superman, já que o livro parece ter bases históricas em 1890), enviou casais voluntários a colonizar e viver o restante de suas vidas aqui na terra.

A NASA, Agência Espacial Americana, apresentou nos Estados Unidos por volta do dia 31 de Outubro deste ano de 2010, um projeto parecido. Enviar casais, pessoas solteiras e até famílias para Marte mas inicialmente sem a chance de retorno. Criar uma colônia que teria que viver e fazer a vida dar certo em Marte, desenvolver uma “cidade” e depois de algum tempo criar lá, plataformas e tecnologia para conseguir mandar as pessoas de volta em foguetes.

Hundred Year Starship Initiative (Inicitaiva Nave Espacial Cem Anos em tradução literal), é o nome do projeto, que tem data prevista para 2030 para começar a enviar as pessoas para Marte, e não é só isto, junto com a idéia de mandar pessoas está imbutido um projeto para manter estas pessoas abastecidas com todos os mantimentos, através de viágens lançadas periódicamente com uma série de itens de sobrevivência.

No meu ponto de vista isto é:

“Uma cilada Bino!”

Pois, primeiramente, se Os Deuses Eram Astronautas, eles deviam ser extremamente evoluidos como sociedade e em tecnologia, algo que ainda estamos longe de alcançar, e depois o que iria garantir que os EUA realmente iriam conseguir manter o fornecimento de itens de sobrevivência, alimentação, necessidades básicas e saúde para a nova população de Marte? Uma viagem que leva em torno de 3 anos! Sem contar os problemas psicológicos que iam surgir nas pessoas que tivessem que ficar engaioladas para o resto de suas vidas, já que a atmosfera de Marte não serve para nós.