Governo da Suíça providencia cabines para sexo rápido com prostitutas e ninguém aparece na estréia.

Vamos começar como já dizia Jack, o estripador:

-Por partes.

Na Suíça, ao contrário da maioria dos outros países do mundo, a profissão de prostituta é regulamentada pela lei, e desde 1942.

Acontece que como a prostituição é liberada, e as prostitutas são registradas, possuem plano de saúde, e ainda por cima pagam impostos. (Difícil é saber se o sujeito pede nota fiscal pra prostitutas)

No entanto, contudo E todavia, o sujeito não vai ser preso caso esteja com uma prostituta e sim caso esteja com a prostituta dentro do carro no meio de uma rua qualquer e que possa ser visto por outras pessoas.

Com um faturamento anual estimado em US$ 3,79 bilhões de dólares, o Governo Suíço que também ganha com isso, resolveu melhorar a vida pro lado das prostitutas e construiu cabines de madeira, próximas à uma rua pouco movimentada com o intuito de permitir que senhores (e senhoras, vai lá saber, não sejamos machistas) possam usufruir destes “serviços diferenciados” com um pouco de privacidade e sem problema das multas.

No primeiro dia de testes apareceram 2 clientes apenas.

O primeiro deles, quando estava chegando a um dos boxes viu uma turma de fotógrafos famintos tal qual zumbis em The Walking Dead, deu meia volta e foi embora.

O segundo quando viu o mesmo grupo de fotógrafos zumbis, entrou em pânico e deixou o carro morrer, precisando da ajuda dos mesmos zumbis, quero dizer, fotógrafos, para dar um tranco no carro e sair correndo dali.

 

vi aqui