Tagged: remedio

Bula Azitromicina – Remédio Azitromicina Bula

bula da azitromicina bula azitromicina

Azitromicina é um antibiótico muito popular e amplamente utilizado pelos médicos. É semelhante à eritromicina, porém apresenta um espectro de ação mais amplo frente aos microorganismos. O preço do remédio azitromicina varia muito de acordo com a quantidade e a dosagem. Além das opções de azitromicina genérico ou “de marca”. Veja a bula do remédio azitromicina para saber mais sobre o produto.

Bula Azitromicina – Remédio Azitromicina Bula

ATENÇÃO: NUNCA SE AUTO MEDIQUE. SEMPRE PROCURE UM MÉDICO!

AZITROMICINA

Medicamento genérico

Comprimidos revestidos
Forma Farmacêutica e Apresentações: Comprimidos revestidos de 500 mg. Embalagem com 2 e 3 comprimidos de 500 mg.

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO – AZITROMICINA

Cada comprimido de 500 mg contém: Azitromicina diidratada (equivalente a 500 mg de Azitromicina)…524,00 mg
Excipientes q.s.p. ………………………..……………….….. 1 comprimido
Excipientes: fosfato de cálcio dibásico anidro, celulose microcristalina, amido de milho, sílica anidra coloidal, carmelose sódica, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio. O revestimento (Opadry) é constituído por hipromelose, lactose monoidratada, dióxido de titânio, polietilenoglicol e citrato de sódio.

INDICAÇÕES – AZITROMICINA

O produto é indicado em infecções causadas por organismos susceptíveis, em infecções do trato respiratório inferior, incluindo bronquite e pneumonia, infecções da pele e tecidos moles, em otite média e infecções do trato respiratório superior, incluindo sinusite e faringite/tonsilite. Nas doenças sexualmente transmissíveis no homem e na mulher, a Azitromicina é indicada no tratamento de infecções genitais não complicadas devido à Chlamydia trachomatis. É também indicado no tratamento de infecções genitais não complicadas
devido à Neisseria gonorrhoeae sem resistência múltipla. Infecções concomitantes com Treponema pallidum devem ser excluídas.

CONGRA-INDICAÇÕES – AZITROMICINA

O uso deste agente é contra-indicado em indivíduos com história de reações alérgicas ou hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina ou a qualquer um dos antibióticos macrolídeos, ou ainda a qualquer componente da fórmula.

Precauções e Advertências

Geral

Assim como ocorre com a eritromicina e outros macrolídeos, têm sido raramente relatadas reações alérgicas sérias incluindo angioedema e anafilaxia (raramente fatal). Algumas destas reações observadas com o uso da azitromicina resultaram em sintomas recorrentes e necessitaram de um maior período de observação e tratamento.
Não há dados registrados do uso de azitromicina em pacientes com insuficiência renal mais grave; portanto deve- se ter cautela antes de prescrever a Azitromicina a estes pacientes (vide “Informações Técnicas -Farmacocinética”).
Uma vez que a principal via de excreção da azitromicina é o fígado, Azitromicina deve ser utilizada com cautela em pacientes com disfunção hepática significante. Em pacientes recebendo derivados do ergot, o ergotismo tem sido acelerado pela co- administração de alguns antibióticos macrolídeos. Não há dados a respeito da possibilidade de uma interação entre ergot e azitromicina. Entretanto, devido à possibilidade teórica de ergotismo, Azitromicina e derivados do ergot não devem ser co-administrados.
Assim como com qualquer preparação de antibiótico, é essencial a constante observação para os sinais de crescimento de organismos não susceptíveis, incluindo fungos.

Gravidez e Lactação

Estudos reprodutivos em animais demonstraram que a azitromicina atravessa a placenta, mas não revelaram nenhuma evidência de danos ao feto. Não existem dados de secreção no leite materno. A segurança do uso da Azitromicina na gravidez e lactação ainda não foi estabelecida, portanto a droga somente deverá ser utilizada nestas pacientes quando alternativas adequadas não estiverem disponíveis.

Reações Adversas

A Azitromicina é bem tolerada, apresentando baixa incidência de reações adversas. A maioria dos efeitos observados foi de natureza leve a moderada. Um total de 0,7% dos pacientes descontinuou o tratamento devido a reações adversas.

A maioria das reações adversas foi de origem gastrintestinal, incluindo anorexia, náusea, vômito/diarréia (raramente resultando em desidra- tação) e fezes amolecidas, dispepsia, desconforto abdominal (dor/cólica), constipação e flatulência, sintomas estes observados ocasionalmente. Tem sido relatada disfunção auditiva com o uso de antibióticos macrolídeos. Disfunções auditivas, incluindo perda de audição, surdez e/ou tinido (ruído auditivo) foram relatados por pacientes recebendo azitromicina. Muitos desses eventos foram associados com o uso prolongado de altas doses em estudos de investigação. Nos casos onde informações de acompanhamento estavam disponíveis, foi observado que a maioria desses eventos foi reversível.

Casos raros de distúrbio de paladar foram relatados. Foram relatados nefrite intersticial e disfunção renal aguda. Casos de disfunção hepática incluindo hepatite e icterícia colestática, foram relatados. Tontura/vertigem, convulsões (assim como com outros macrolídeos), cefaléia e sonolência também foram relatados. Episódios transitórios de uma leve redução na contagem de neutrófilos têm sido ocasionalmente observados nos estudos clínicos, embora uma relação causal com Azitromicina não tenha sido estabelecida. Reações alérgicas incluindo rash, fotossensibilidade, artralgia, edema, urticária, angioedema e anafilaxia (raramente fatal) têm ocorrido (vide “Precauções e Advertências “). Palpitações e arritmias incluindo taquicardia ventricular (assim como com outros macrolídeos) têm sido relatados embora a relação causal com a azitromicina não tenha sido estabelecida.
Ocorreram raros casos de reações dermatológicas sérias incluindo eritema multiforme, síndrome de Stevens Johnson e necrólise tóxica epidermal. Foi relatado astenia e parestesia embora a relação causal não tenha sido estabelecida.

Veja a Bula Completa da Azitromicina aqui

More

Spirulina Emagrece?

spirulina para emagrecer

Spirulina em capsulas para emagrecer. Esse é o método que muita gente está usando para perder peso e emagrecer sem apelar para remédios controlados. As capsulas de spirulina, uma alga meio esverdeada, vem ganhando adeptos pelo mundo afora, mesmo não sendo um produto novo no mercado.

spirulina emagrece

Comprar Spirulina

Várias farmácias de manipulação e casas de produtos naturais oferecem o produto. Hoje é possível também comprar  spirulina na  internet em sites especializados nesse tipo de produtos para emagrecer. O mais importante nesse caso é adquirir o produto em um local idôneo e de confiança. Pesquise antes.

Spirulina Emagrece?

Tomar spirulina para emagrecer funciona sim. Porém é importante destacar que a spirulina em si não tem nenhuma propriedade que faça a pessoa emagrecer. Ela auxilia o emagrecimento através da sensação de saciedade que ela provoca.

Caso tenha se interessado e queira saber mais sobre a spirulina, como tomar spirulina para emagrecer e onde comprar spirulia clique aqui.

More